top of page

A importância da automação dos centros logísticos para a cadeia de suprimentos


A importância da automação dos centros logísticos para a cadeia de suprimentos

Com operações cada vez mais complexas para atender o consumidor, os centros logísticos são parte importante para garantir o bom funcionamento de toda a cadeia logística.

Os centros de atividades logísticas se mostraram uma peça fundamental para manter toda a cadeia de suprimentos fluindo. Além disso, operações de last mile passaram a ser essenciais para que as demandas sejam entregues em horas e o investimento em automação e equipamentos passou a ser parte estratégica dos processos.

Qual a função de um centro logístico na cadeia de suprimentos?

Os grandes centros logísticos têm como principal função receber, armazenar, transportar, separar, roteirizar, preparar e distribuir os produtos para seus intermediários ou destinatários finais e, até mesmo, para centros menores de last mile.

Neles, diariamente, são processados um grande volume de encomendas e por isso precisam ser adaptados e modernizados para conseguirem atender toda a demanda. Além de sistemas para melhorar processos e automatizar atividades humanas, os equipamentos com automação e balanças de leitura automática também são fundamentais para garantir a alta produtividade e diminuir os erros durante o processo de cubagem e separação para transporte. Vamos entender melhor cada uma das funções de um centro logístico.

  • Recebimento: diariamente o centro logístico recebe mercadorias de fornecedores e outros centros de produção. Assim, é preciso organizar cada item recebido corretamente para garantir um controle mais eficiente.

  • Armazenamento: após receber e verificar a mercadoria, é hora de armazená-la no sistema e no local certo, de acordo com suas características, segmentação e rotatividade.

  • Picking: essa é considerada uma das etapas mais importantes e complexas de todo o processo. Além do cuidado com a encomenda, em relação às avarias e a agilidade para o cliente, também é necessário otimizar os processos de separação e preparação dos pedidos. Elas são fundamentais para a redução de custos e para aumentar a produtividade da operação de forma assertiva. Equipamentos como os de sortagem possibilitam que rotas sejam criadas por diferentes tipos de necessidades, agilizando a separação do pedido.

  • Packing: é considerado como processo associado à embalagem de um produto a ser entregue ao consumidor final. Esta etapa é muito comum em operações de mercadorias fracionadas. Aqui os pedidos estão prontos para serem distribuídos e muitas vezes precisam ser armazenados de forma organizada e eficiente até a entrega final.


Os diferentes tipos de centros de atividades logísticas existentes

Os diferentes espaços exercem atividades logísticas, podendo ser classificados em diversas aplicações, como veremos a seguir:

  • Hub logístico: são espaços de grande porte que possuem localização bastante privilegiada. É o centro de todas as atividades logísticas, que são realizadas por diferentes operadores. São também conhecidos como polo ou nó logístico.

  • Centro Integrado de Mercadoria (CIM): nesta categoria, estão as plataformas que realizam as diversas atividades logísticas, como transporte e distribuição. Oferecem apenas o serviço logístico rodoviário. Estão próximos às grandes cidades, pois é lá que os seus clientes estão localizados.

  • Plataformas logísticas: são áreas especializadas com foco na agilização e alta produtividade no transporte, armazenagem e expedição. Seu foco está apenas na administração de mercadorias, desde a entrada no centro até a saída para o consumidor.

  • Polígonos industriais: seu objetivo é similar ao das plataformas logísticas, mas neste caso, possuem áreas de manuseio para manufaturados.

  • CDs de Last Mile: são centros logísticos compactos com o propósito de agilizarem a entrega ao consumidor final. Geralmente estão distribuídos próximos aos grandes centros a fim de otimizarem o tempo de entrega.

Centro logístico 4.0: por que a sua empresa deve investir nessa tendência?

Um Centro Logístico 4.0 é um modelo de gestão logística que utiliza tecnologias como inteligência artificial, internet das coisas (IoT), automação de processos e big data para aumentar a eficiência operacional e reduzir custos.

A gestão de estoque nesses centros é feita por meio de sistemas integrados com controle inteligente, que monitoram o fluxo de mercadorias em tempo real, permitindo a identificação de gargalos, a previsão de demanda e a otimização do espaço físico. Já as estratégias de armazenagem incluem a utilização de técnicas de automação, como sistemas de armazenagem vertical e transportadores, além da aplicação de conceitos como cross-docking e just-in-time.

Essas tecnologias permitem o monitoramento em tempo real de todas as atividades do centro e possibilitam cada vez mais o uso de equipamentos robóticos para a execução de tarefas, diminuindo a probabilidade de erros.

Já na automação de processos, equipamentos com capacidade de processarem de forma automática milhares de volumes por hora, auxiliam a reduzir o lead time, tornam as informações processadas mais seguras por meio de balanças com leitura automática, e facilitam etapas que são manuais, tornando a equipe focada em processos mais estratégicos.

Como garantir maior eficiência para o centro logístico?

É mais que evidente a importância da automação de processos e do investimento em tecnologia para os centros logísticos em todo o mundo. Pensando nessas necessidades do mercado, a Pitney Bowes desenvolveu a Linha OneShip, com sistemas de classificação e cubagem para ajudar empresas a aumentarem a produtividade, e economizar tempo e dinheiro.

Uma linha completa de equipamentos estáticos e dinâmicos, que atua diretamente no processo de cubagem, separação, roteirização e processamento de encomendas, para diferentes volumes e diferentes objetos.

Pitney Bowes (NYSE: PBI) é uma empresa global de remessa e correio que fornece tecnologia, logística e serviços financeiros para mais de 90% das empresas Fortune 500. Pequenos negócios, varejo, empresas e clientes governamentais, em todo o mundo, confiam na Pitney Bowes para remover a complexidade do envio de correio e encomendas. Para obter informações adicionais, acesse o site.


ความคิดเห็น


bottom of page